DESTINOS,  ROTEIROS & DICAS

3 Destinos MARAVILHOSOS para fugir do Verão (Parte 3)

E hoje chega ao fim a saga dos destinos maravilhoso para fugir do Verão!

Eu não podia estar mais encantada com estes destinos.

Confesso que quando comecei a pesquisar sobre estes destinos, estava um pouco de pé atrás, porque achei que não me iriam deslumbrar.

Pois não podia estar mais errada!

Não só fiquei deslumbrada, como já fazem parte da minha lista de desejos de sítios a conhecer.

Hoje acabo um destino extraordinariamente belo…

 

Patagónia

História | Geografia

Patagónia é uma região geográfica que abrange a parte mais meridional da América do Sul.

Localiza-se na Argentina e no Chile e integra a secção mais ao sul da Cordilheira dos Andes, rumo a sudoeste até ao Oceano Pacifico e a leste até os vales em torno do Rio Colorado até Carmen de Patagones, no Oceano Atlântico.

São 1 043 076 km2 de território virgem, pouco explorado e de escassos habitantes.

A Oeste, inclui o território de Valdívia através do Arquipélago da Terra do Fogo.

A Patagónica é uma região muito rica em recursos naturais, de uma beleza descomunal, sendo, assim, considerada por muitos, num dos mais fascinantes lugares do planeta.

A capital é Ushuaia, também conhecida como “Fim do Mundo”.

 

 

Turismo | 4 Motivos para conhecer a Patagónia

#1 Patagónia Argentina

O território argentino ocupa uma área de mais de 930 mil km2 e cerca de um terço do território do país.

A Patagónia Argentina é mais urbana, sendo que tem uma maior oferta para alojamento, restauração e comércio.

As províncias que fazem parte do território argentino são: La Pampa, Neuquén, Río Negro, Chubut, Santa Cruz e Tierra del Fuego, também conhecida como “Fim do Mundo”, por ser o último destino antes da Antártida.

O Glaciar Perito Moreno tem 5 km de largura e 60 metros de altura, é um imponente e impressionante glaciar, que já foi considerado a oitava maravilha do mundo. Fica localizado no Parque Nacional Los Glaciares.

Para ter um contacto maior com a maravilhosa fauna da Patagónia é imprescindível visitar as cidades localizadas na Península Valdés.

Em Punta Tombo é possível encontrar os pinguins. Em Puerto Madryn, pode-se mergulhar com os lobos-marinhos.

Na região Puerto Pirâmides, entre os meses de Junho e Dezembro, é possível avistar baleias e os seus filhos a nadar no litoral.

O Parque Nacional Nahuel Huapi tem 700 mil hectares de uma beleza impressionante e é o parque mais antigo da fronteira argentina, é repleto de lagos, vales com neve e com boas infraestruturas turísticas.

El Calafate é um dos destinos mais famosos na Patagónia Argentina e isso deve-se ao impressionante Glaciar Perito Moreno, que é o maior glaciar horizontal do mundo.

Está localizado dentro do Parque Nacional Los Glaciares.

El Chaltén é uma cidade muito charmosa que conta com cerca de 500 habitantes, mas que tem enchentes de turistas o ano inteiro. Tem uma boa infraestrutura e rede hoteleira, assim como, boas opções de restauração.

É considerada a capital argentina do trekking.

 

#2 Patagónia Chilena

Embora abrigue uma área mais pequena, cerca de 240 mil km2, a Patagónia Chinela possui as paisagens mais incríveis, isoladas, inóspitas e extraordinárias de toda a região.

É aqui que se encontram os maiores glaciares do Mundo, assim como, outras maravilhas da natureza.

Torres del Paine é um destino mais famoso e procurado na Patagónia Chilena, porque tem aquelas que muitos dizem ser as paisagens mais bonitas do Mundo. É um local excelente para fazer trilhas.

Considerado Reserva da Biosfera pela Unesco desde 1978.

O Parque Nacional Vicente Pérez Rosales é a reserva mais antiga do país datada de 1926. Inclui vulcões, lagos e uma vegetação incrivelmente intocada.

O Lago Petrohué é um dos mais conhecidos da região, que encanta pela sua cor fascinante.

A Laguna San Rafael é considerada Reserva da Biosfera pela Unesco, possui quase dois milhões de hectares.

Através de passeios de barco consegue-se chegar perto dos enormes blocos de gelos que são cortados por diversos canais.

 

#3 Ushuaia

Ushuaia é considerada a última grande fronteira da América do Sul.

Não é a Antártica, mas fica apenas a mil quilómetros de distância.

A Terra do Fogo (como é conhecida) é um dos destinos mais procurados.

É uma das cidades mais frias da Argentina e tem muitas espécies marinhas, como pinguins e leões-marinhos.

A neve permite várias opções ao turismo, como estâncias de ski e trenós puxados por huskies. Também podem fazer canoagem ou trekking ou visitar o impressionante Museo Penitenciario.

 

 

#4 Animais

Como já referi nos pontos anteriores, a Patagónia é um excelente destino para observação de vários animais que são raros de avistar no resto do mundo, como pinguins, baleias, orcas, lobos e elefantes marinhos, flamingos, garças e diversos tipos de aves que habitam por lá.

 

Temperatura

A Patagónia é a zona do planeta com mais glaciares fora das zonas polares, isso acontece pelo clima frio, com uma temperatura média de -10ºC, variando entre os 10ºC no Verão e os -20ºC no Inverno.

No Outono as folhas avermelhadas dos bosques deixam tudo mais charmoso.

Em Ushuaia a época para praticar ski é de Junho a Outubro.

Na Patagónia há quatro tipos de clima: árido, frio, temperado e subártico.

 

Como ir?

É possível chegar à Patagónica de várias formas.

Avião, carro ou mota para apreciar calmamente as paisagens e através de cruzeiro.

Existem cruzeiros para visitar a Patagónia que partem de Buenos Aires ou Uruguai.

Por exemplo a Norwegian Cruise Line e a Celebrity Cruises fazem essas rotas.

 

 

Se quiser receber a newsletter do Até já,  basta inscrever-se na barra lateral lado direito.

Fico feliz por estarmos mais perto!

 

Créditos da fotografias: wallpapercave

 

Já me seguem nas redes sociais?

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *