ROTEIROS & DICAS

12 Preocupações quando faço viagens de média duração

Pois é, mais uma viagem se avizinha!

Para além da ansiedade que está mais acesa que tudo, porque nas vésperas de viajar é sempre assim, também estou atenta a todas as preocupações que tenho que ter quando vou estar vários dias fora.

Eu gosto de organizar e planear bem as coisas, sabendo sempre que não dá para controlar tudo e que sempre mas sempre acontecem imprevisíveis.

Mas eu penso assim:

“Se os previsíveis ficarem seguros, deixa vir os imprevisíveis que eu cá trato deles!”.

Talvez defeito de profissão, mas adoro organizar tudo e se não o faço, explodo!

Por isso, sou aquela pessoa que tem 1000 listas com to do’s, com tudo o que é para levar e fazer.

Então, decidi partilhar convosco as minhas preocupações quando faço uma viagem de média duração, que são mais reboscadas do que quando vou apenas um fim-de-semana ou mesmo uma semana.

E este tipo de preocupações em nada tem a ver com a organização da viagem em si, mas com o quotidiano do antes e depois da viagem.

 

1.Medicação

Esta preocupação para mim é muito importante!

Ter atenção se há algum medicamento para tomar numa data específica que coincida com a data que se está a viajar.

Ou para as mulheres que tomam pílula, assegurem-se que não a deixam acabar a meio da viagem.

 

2.Agenda

Costumo marcar as viagens com alguma antecedência porque não gosto (nem sequer consigo) marcar coisas em cima da hora e ir ao sabor do destino! Fico doida, por isso, tento fazer tudo com tempo e de forma organizada.

Assinalar na agenda a semana antes e depois da viagem para evitar sobrecarregar. Sei que antes vou estar com as to do’s todas da viagem ao rubro e sei que quando regressar, venho a meio gás, por isso, evito marcar muitas coisas para essas semanas.

 

3.Animais de estimação

São os nossos melhores amigos mas, nem sempre, os conseguimos levar de férias.

Quando marco uma viagem tento sempre certificar-me que tenho quem tome conta da minha gata nessas datas. Senão não marco até arranjar uma solução que para mim (e para ela claro) seja a ideal. Nunca deixo isso para a última da hora!

E o mesmo se passa com os peixes e com as plantas claro! Nada de as fechar no escuro à espera que sobrevivam sem sol e água!

 

4.Contas para pagar

Estarmos no meio da selva, num resort sem luz e internet, em Kanchanaburi na Tailândia e lembramo-nos que ainda não pagámos a água não é uma sensação agradável!

Eu já cheguei de férias, cheia de roupa para lavar e com uma vontade doida de tomar banho e nem um pingo saiu da torneira! Sei qual é essa sensação e não recomenda nada!

Por isso, antes de irem de férias deixem os pagamentos feitos ou agendados.

 

5.Comida no congelador

Quando se faz uma viagem grande dá sempre vontade de aproveitar para limpar o frigorifico e deixá-lo apenas com os mínimos olímpicos.

Eu concordo, mas…

Tento sempre deixar uma refeição pronta congelada que seja fácil de colocar no forno. Nem que seja uma pizza ou uma lasanha.

Caso o meu voo de regresso chegue bem cedo, tenho que ter pão congelado!

 

6.Aniversários

Há aquelas pessoas que levam muito a peito a data de aniversário de toda a gente, desde o amigo de infância ao primo afastado que não veem há 23 anos, que não é de todo o meu caso, visto não saber quase nenhuma data de aniversário!

Por isso caso vão para um local onde a internet não esteja garantida ou a rede para telefonar também não, deixem e-mail programado, ou escrevam um postal e peçam para alguém entregar, mas organizem-se antes e vejam quem vai fazer aniversário durante a vossa estadia.

 

7.Trabalho

Hoje em dia com os telemóveis e com a internet em todo o lado, a palavra férias passou a ser quase um mito.

Uma pessoa diz que vai de férias mas passamos a vida a receber e-mails, telefonemas… enfim!

Não sei qual o pior, quem manda… ou quem responde!

Mas para salvaguardar situações difíceis de gerir no regresso, para além de colocar no e-mail o famoso “out of office” também devemos alertar os mais próximos e a quem devemos alguma justificação (apesar de estarmos de férias) que iremos para um sítio com pouco acesso à internet, senão passamos o tempo todo a correr para os McDonald’s e Starbucks desta vida à procura de wifi (bem sei do que falo!).

 

8.Segurança

Partilhar nas redes sociais que vamos de férias não tem mal…

Mal tem se partilharmos quando vamos, para onde, durante quanto tempo e onde moramos!

Isso é escusado!

Assim como evitar que muitas pessoas (que não sejam da vossa confiança) saibam que a casa vai estar sozinha.

Fechar as janelas, deixar os estoures a meio porque se ficarem muitos dias fechados na totalidade vão levantar suspeitas que não está ninguém em casa, ligar o alarme, trancar a porta.

Se tiverem alguém que vá à vossa casa alguns dias, é perfeito, porque mexem nos estoures, os vizinhos (caso tenham) ouvem barulho e sempre areja um pouco a casa.

 

9.Gás e Luz

Deixar o gás desligado e desligar os aparelhos elétricos da corrente, excepto aqueles que obrigatoriamente têm que ficar ligados!

 

10.Dar margem de dias

No ano passado estava eu de férias toda contente na Jamaica e de repente levo com o furacão Irma (um dia falo-vos disso) e o regresso atrasou alguns dias.

A primeira coisa que tive que me inteirar foi que a situação da minha gata estava controlada e que tinha quem tomasse conta dela mais uns dias.

Depois, por norma não marco nada para os dias seguintes à viagem, por isso em termos de agenda, estava tranquila.

Mas, se puderem, não viajem exactamente no dia antes do trabalho ou de algum evento importante, porque imprevisíveis acontecem e nem falo somente dos furacões.

Os voos passam a vida a atrasar ou a cancelar, por isso, temos que estar preparados para essa situação.

 

11.Beleza

Se normalmente pintam o cabelo, ou arranjam as unhas ou no caso dos homens aparam a barba, convém marcar estas questões para perto da viagem assim mantem-se “aceitável” durante o tempo que se tiver fora.

Igualmente importante deixar marcar já datas para o regresso.

Não podemos ir trabalhar em modo selvagem!

 

  1. Contactos

E finalmente a última preocupação.

Convém sempre alguém saber onde vamos estar nas férias.

Partilhar o roteiro, nome dos hotéis, da companhia aérea, da companhia de cruzeiros pode ser muito útil em caso de alguma emergência.

 

Quais sao as vossas preocupações antes de viajarem?

Partilhem aqui nos comentários.

 

Créditos da fotografia: Artem Bali

2 Comments

  • Inácio Alves de Carvalho

    As dicas que acabei de ler, levadas a sério, são muito importantes, haja que segui-las para que tudo corra pelo melhor, espero e desejo que continues a postar coisas boas e que o teu regresso se faça em segurança, beijinhos até já

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *