CRUZEIROS,  DESTINOS,  Portos / Terminais

MSC FOI A PRIMEIRA GRANDE COMPANHIA DE CRUZEIROS A RECEBER HÓSPEDES DURANTE A ATUAL PANDEMIA

A MSC Cruzeiros, a 4.ª maior companhia do mundo por n.º de passageiros transportados em 2019, foi a 1.ª das grandes companhias de cruzeiros a receber hóspedes durante a atual pandemia do COVID-19.

O MSC Grandiosa, simultaneamente o maior e mais novo navio (inaugurado em Novembro de 2019), tornou-se no dia 16 de agosto o primeiro navio da frota da MSC Cruzeiros a receber novamente hóspedes a bordo e o primeiro navio a ter implementado o protocolo de Saúde e Segurança da Companhia.

Os primeiros hóspedes iniciaram o embarque no porto de Génova na manhã de 16 de Agosto (Domingo), chegando ao terminal de acordo com os horários indicados individualmente, e seguindo os novos procedimentos de triagem universal de acordo com o protocolo de Saúde e Segurança da companhia, que inclui medição da temperatura, exame médico de questionário de saúde e testagem por zaragatoa ao COVID-19 para todos os passageiros previamente ao embarque.

 

Fonte: Até já

Após concluir estas etapas e receber os resultados do teste no terminal, os passageiros aptos para viajar, embarcaram no navio de acordo com os novos procedimentos de saúde e segurança, que incluem higienização da bagagem de mão e de porão.

Segundo a companhia de cruzeiros, todos os hóspedes receberam uma pulseira MSC for Me gratuita, que disponibiliza “uma grande variedade de opções sem contacto físico enquanto estão a bordo, tais como abrir o camarote ou realizar pagamentos, e que também ajudará a facilitar a proximidade e rastreamento, caso seja necessário”.

Para além disso, nas últimas semanas, “todos os membros da tripulação passaram por medidas de rastreamento de saúde igualmente rigorosas, que incluíram três testes COVID-19 em várias fases, bem como um período de isolamento antes de iniciarem as suas funções. Cada membro da tripulação será testado regularmente e sua saúde será monitorizada”, informou ainda a MSC Cruzeiros.

Gianni Onorato, CEO da MSC Crociere comentou, que “é verdadeiramente um prazer para mim estar aqui e viajar a bordo do primeiro dos nossos navios a regressar ao mar e a estar disponível para receber novamente os nossos hóspedes. O nosso principal objectivo ao longo destes últimos meses tem sido colocar em prática as medidas correctas que protegerão a saúde e segurança dos nossos passageiros, tripulação e as comunidades que visitamos“.

 

Fonte: CruiseMapper

Adiantou também:” Ao mesmo tempo, trabalhámos para assegurar que conseguimos disponibilizar aos nossos hóspedes umas férias de cruzeiros onde possam desfrutar e continuar a usufruir da experiência com todos os elementos que já conhecem e adoram, desde o entretenimento e actividades a bordo às excursões protegidas.”

Para além do embarque em Génova, novos passageiros embarcaram no dia seguinte em Civitavecchia (o porto que dá acesso à Cidade Eterna, Roma) e posteriormente nos portos italianos de Nápoles e Palermo. O navio também realiza escala em La Valetta, em Malta, mas aí não é possível de realizar embarques e desembarques.

Ao longo do itinerário do navio, os hóspedes poderão desembarcar para desfrutar dos diferentes portos, mas apenas como parte de uma excursão em terra da MSC Cruzeiros para usufruir dos diferentes portos de escala com um nível adicional de protecção, de modo a que sua experiência em terra esteja alinhada com os elevados padrões de saúde e segurança a bordo.

 

Fonte: Até já

Foi o que aconteceu logo no primeiro porto de escala, com vários os hóspedes a poderem visitar Roma, conhecendo todas as atracções da “Cidade Eterna”, “em transferes higienizados com distanciamento social no local e acompanhados por guias turísticos e motoristas que também cumprem as rigorosas medidas de saúde e segurança”.

No porto de escala seguinte, em Nápoles, a MSC foi obrigada a não permitir o regresso de uma família ao Grandiosa. A família, de quatro elementos, apesar de a par das medidas de segurança face ao COVID-19 impostas pela companhia, decidiu ir passear sozinha por Nápoles, quando devia ter ficado junto do grupo para a visita a terra.

Para esta fase inicial de regresso às operações, os dois navios da MSC Cruzeiros a operar no Mediterrâneo durante este Verão – o segundo será o MSC Magnifica no Mediterrâneo Oriental – vão inicialmente receber passageiros apenas residentes nos países Schengen.

 

Fonte: MSC Cruzeiros

Ainda não viajámos no MSC Grandiosa, apenas nos seus irmãos mais “velhos” MSC Meraviglia e MSC Bellisima, mas a escolha do MSC Grandiosa para este regresso parece ser bastante intuitiva: estava a fazer um trajecto similar ao actual antes da pandemia, é o maior e mais moderno navio da companhia.

Já a escolha do MSC Magnifica para estar no Mediterrâneo Oriental deverá ser a mesma que levou a companhia a escolhê-lo para fazer as voltas ao Mundo de 2019, 2020 e 2021: a qualidade do serviço do barco, que, até agora, foi a melhor que percecionámos entre os já muitos navios da MSC em que já viajámos…

 

Já marcaram algum cruzeiro pós-pandemia? 🙂

Se sim, qual?

 

 

Outros posts sobre Cruzeiros que podem gostar:

Principais Companhias de CRUZEIRO
Porque deve fazer um CRUZEIRO nas próximas férias?
24 Dicas imprescindíveis para fazer o PRIMEIRO CRUZEIRO

 

 

Se quiserem ler mais sobre Cruzeiros, está tudo aqui:

Cruzeiros

 

 

Notas Importantes:

Se alguma Agência de Viagem, Operador Turístico, empresa ligado ao setor das viagens e do turismo ou qualquer meio de difusão quiser usar este ou outro conteúdo meu, agradeço que me peçam autorização e que usem os devidos créditos.

 

Crédito das fotografia de destaque: MSC Cruzeiros

 

Até já!

 

 

Se quiser receber a Newsletter do Até já,  basta inscrever-se na barra lateral lado direito.

Fico feliz por estarmos mais perto!

 

 

Já me seguem nas redes sociais?

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *