ROTEIROS & DICAS

VOCÊS PERGUNTAM #1 | Viajar não é trabalho. Tu estás sempre de férias não estás?

Curiosamente (ou não) esta é das perguntas e afirmações que mais me fazem!

Ao inicio confesso que ficava um pouco chateada, mas depois fui entendendo.

Normalmente temos a visão distorcida de achar que a vida dos outros é sempre melhor do que a nossa.

Por isso, se eu ando sempre a viajar é sinónimo que estou de férias, uma vez que, para outro tipo de empregos isso só se pode fazer durante 22 a 25 dias por ano.

Mas de facto e para surpresa de muitos, viajar é um dos meus trabalhos sim!

Da mesma forma que uns são professores, pintores, cozinheiros, eu escrevo sobre várias coisas, entre elas, sobre viagens.

E para escrever de viagens eu tenho que lá ir, faz sentido não faz?

Então, é por isso que viajar é um dos meus trabalhos.

Mas não significa que esteja de férias, porque nem sempre viajar é sinónimo de férias.

Os pilotos, os comissários de bordo, os funcionários de cruzeiros, os guias…

Enfim, há um lote de pessoas que viajam porque é o trabalho delas.

E eu também! E uma coisa é eu gostar muito do que faço, que adoro!

Outra coisa é ser visto como férias, que não é!

Eu também posso achar que a vida de quem acorda as 7h30 em casa, tranquilo a tomar um banho, entrar as 9h e sair as 18h do emprego para o seu sofá, comer na sua casa e deitar tranquilo na sua caminha, seja muito boa.

Porque muitas vezes nem tenho tempo de desfazer uma mala e já estou a fazer outra.

Porque já estive em situações de perigo que talvez não as tivesse se tivesse em casa sossegadinha.

Porque as mudanças de temperatura e de qualidade atmosférica dão cabo da saúde.

Porque não tenho tempo para estar com os meus nem para organizar a vida.

Porque nunca consigo ter planos a médio prazo, uma vez que, arrancar é o verbo que predomina…

E porque, exactamente por ser um trabalho nem sempre vou para sítios que gosto, nem sempre consigo o tal banho tranquilo, a tal refeição em paz…

Mas faz parte! É um trabalho! Que tem a parte boa e a parte menos boa…

Como na verdade, todos têm. Não há trabalhos perfeitos, mesmo que achemos sempre que os dos outros são!

Confesso ter saudades de quando viajar era apenas férias.

Mas também confesso que adoro o que faço e que não considero ter sorte.

Sem qualquer tom de arrogância, acho que tenho a sorte que lutei para ter.

 

Já sabem que esta rubrica é vossa! Podem mandar a pergunta por mensagem nas redes sociais, e-mail, comentário no blog, onde quiserem!

Serão sempre bem-vindos e aos poucos vamos respondendo!

Obrigada desde já, pela vossa adesão (não contávamos com tantas perguntas!).

 

 

Créditos da Fotografia: Até já!

 

 

 

Nota Importante:

Se alguma Agência de Viagem, Operador Turístico, empresa ligado ao sector das viagens e do turismo ou qualquer meio de difusão quiser usar este ou outro conteúdo meu, agradeço que me peçam autorização e que usem os devidos créditos.

 

 

Se quiser receber a Newsletter do Até já,  basta inscrever-se na barra lateral lado direito.

Fico feliz por estarmos mais perto!

 

 

 

Já me seguem nas redes sociais?

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *