TIM VIEIRA FLIX,  Volta ao Mundo

Tim Vieira World Trip #22 | 7 Destinos na Malásia Fora de Kuala Lumpur

Malásia é um país do sudeste asiático que compreende dois territórios distintos: a parte sul da península Malaia e ilhas adjacentes, e uma seção do norte da ilha de Bornéu.

Todos os destinos que a seguir se elencam estão situados no primeiro desses territórios, sendo o 7º destino justamente a ilha do Bornéu.

 

#1 Taman Negara

Fonte: NKS Travel

Taman Negara é o mais antigo e mais popular parque nacional da Malásia e situa-se nos estados de Terengganu, Pahang e Kelantan.

É o lugar ideal para um safari de apreciação da vida selvagem. No meio da densa floresta tropical, é possível ver desde esquilos voadores a elefantes e leopardos.

Uma atracção popular é encontrar-se com os guias na vila de Kuala Tahan e apanhar um barco para descer o rio ou escalar até o ponto mais alto da região.

 

#2 Cameron Highlands

Fonte: lokalocal

O grupo de colinas conhecido como Cameron Highlands é uma atracção popular na Malásia desde o século XIX.

A temperatura nunca está muito elevada devido à sua altitude, que varia entre 1 110 a 1 800 metros.

É, portanto, um bom refúgio no Verão e o mais popular destino de montanha do país, além de ser um óptimo lugar para relaxar, tomar chás de folhas locais, comer morangos acabados de colher ou caminhar.

 

#3 Penang

Fonte: NY Times

 

Penang é uma encantadora ilha, cuja capital é Georgetown, que juntamente com Malaca é classificado com património da humanidade pela Unesco enquanto Cidades históricas do Estreito de Malaca.

O centro de Georgetown é um puro encanto e é muito agradável caminhar pelas ruas e procurar as famosas artes de rua escondidas em vielas, casas e prédios.

Também se pode encontrar um impressionante templo Budista e pratos típicos que fazem inveja qualquer outro lugar da Malásia.

 

#4 Langkawi

Fonte: tanjungrhu

Langkawi é um arquipélago com 99 ilhas (104 na maré baixa) que recebeu da Unesco o título de Geoparque, o primeiro do sudeste asiático. E com tantas ilhas o que não falta é atracções.

Se ficar cansado das praias de mar azul turquesa, dos passeios de barco e dos mergulhos, a alternativa é a montanha Machincang, onde está o teleférico mais alto e a ponte mais elevada da Malásia

A ponte (Sky Bridge) está a 700 metros acima do nível do mar e permite uma vista deslumbrante de Langkawi.

Por sua vez, o teleférico percorre 1 700 metros até a estação intermédia (650m sobre o nível do mar) num passeio de 20 minutos passando por cascatas pela floresta tropical. Em dias claros é possível avistar a vizinha Tailândia.

A região é, também, muito popular pelos baixos preços, graças a incentivos fiscais.

 

#5 Malaca

Fonte: Tripsavvy

Situa-se a 140 km de Kuala Lumpur e, como referido anteriormente, é classificada pela Unesco como Património Histórico da Humanidade.

Malaca abriga em harmonia não apenas muçulmanos, hindus, budistas, chineses, indianos e malaios como o restante do país, mas traz cores da sua colonização por portugueses, holandeses, ingleses e japoneses.

Até o século XIV era um sultanato estrategicamente inserido no estreito de Malaca, rota importante de comércio com Índia e China.

Foi colónia portuguesa entre 1511 (ano em que foi tomadas por Afonso de Albuquerque) e 1641, quando passou para mãos holandesas. Em 1795 foi cedida aos ingleses e durante a II Guerra Mundial ainda sofreu a invasão japonesa.

Aqui e ali, lembranças da história lusitana: uma réplica de um galeão transformado em museu marítimo e o português crioulo falado por alguns grupos. É possível revisitar este passado no Assentamento Português onde vivem os descendentes, com comidas e danças típicas.

 

#6 Perhentian Islands

Fonte: Time Travel Turtle

A costa leste da Malásia possui inúmeras ilhas paradisíacas! Como a costa leste é afectada por monções em diferentes épocas do ano do que a costa oeste, essa pode ser uma interessante alternativa caso esteja a chover muito em Langkawi do outro lado.

Para quem prefere bons resorts, as Ilhas Perhentian são uma óptima opção. Mesmo com todo o movimento turístico, esse arquipélago ainda é cercado por águas cristalinas perfeitas para um mergulho e para apreciar a vida marinha.

Também existem óptimas opções de trilhos para apreciar a vida selvagem, sem falar das espectaculares praias. As ilhas mais desenvolvidas para o turismo são Kecil e Besar.

 

#7 Bornéu

Fonte: Luxury Asia

A ilha de Bornéu é dividida em três países, Malásia, Indonésia e Brunei, e tem impressionante diversidade.

Um dos destaques são os orangotangos, palavra que significa em malaio “homem da floresta” (Orang-Outang).

Um dos melhores locais para observar estes grandes primatas é o centro de reabilitação e orfanato em Sepilok, criado em 1964 em uma grande área livre

Na ilha de Bornéu situa-se a montanha Kinabalu, uma das mais jovens montanhas do planeta, o ponto mais alto da Malásia e onde pode observar as verdes paisagens da ilha.

Tem 4 095 m de altitude e é a 3.ª mais alta montanha do sudeste asiática, atrás do Hkakabo Razi em Myanmar e do Puncak Jaya na Indonésia.

Na ilha existem tribos indígenas que costumavam coleccionar cabeças de humanos!

 

E o próximo post já será sobre o novo País… adivinham qual é?

 

Não se esqueçam de ficar desse lado a acompanhar a Volta o Mundo do Tim Vieira com a família!

 

Até já, ou melhor… até ao próximo episódio!

 

O ponto de encontro é aqui:

Blog Até Já!

Facebook

Instagram

 

E quem quiser subscrever a Newsletter do Até Já, receberá notícias no e-mail sobre esta viagem!

Explico em baixo como se faz a subscrição gratuita.

 

Para assistir à Tim Vieira Flix – Volta ao Mundo clique aqui!

 

Nota Importante:

Se alguma Agência de Viagem, Operador Turístico, empresa ligado ao sector das viagens e do turismo ou qualquer meio de difusão quiser usar este ou outro conteúdo meu, agradeço que me peçam autorização e que usem os devidos créditos.

 

 

Se quiser receber a Newsletter do Até já,  basta inscrever-se na barra lateral lado direito.

Fico feliz por estarmos mais perto!

 

 

 

Já me seguem nas redes sociais?

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *