TIM VIEIRA FLIX,  Volta ao Mundo

Tim Vieira World Trip #17 | 31 Dicas do que NÃO fazer na Tailândia

Depois de rejuvenescer 20 anos com o mergulho arriscado em águas da Sibéria com menos de 4 graus, o nosso Tim Vieira celebrou mais um ano!

Viram o post? Não percam, tem uma surpresa muito bonita!

O TIM VIEIRA FAZ ANOS!

E com isso a viagem continua e mais um País fica para trás!

Então, a Família Vieira chegou à Tailândia!

 

Fonte: Kuoni

Tailândia é um país incrível com um povo maravilhoso!

Ainda há pouco mais de um ano, vivemos aquele resgate na gruta que ficou na memória de todos.

A Tailândia, anteriormente conhecida por Sião, é um estado soberano no centro da península da Indochina, no Sudeste asiático.

É limitado a norte pelo Myanmar e Laos, a leste pelo Laos e Cambodja, a sul pelo Golfo da Tailândia e pela Malásia e a ocidente, pelo Mar de Andamão e pela extremidade sul de Myanmar.

Banguecoque foi elevada a capital em 1782.

 

Fonte: consejerosviajeros

A Tailândia sofreu um rápido crescimento económico entre meados da década de 1980 e fim da década de 1990, tornando-se um país recentemente industrializado e um grande exportador.

A indústria, agricultura e o turismo são os sectores que mais contribuem para a economia.

Entre os 10 países membros da Associação de Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), a Tailândia ocupa o 2.º lugar em qualidade de vida e o Índice de Desenvolvimento Humano do país é classificado como elevado.

Mas, para que tudo corra bem quando forem à Tailândia, vou partilhar o que não se pode/deve fazer.

Não façam como eu, que assim que vi um monge, lancei-me em sorrisos para o abraçar…

Ficam aqui 31 dicas do que NÃO fazer na Tailândia.

 

Fonte: Culture Trip

#1 IMAGENS DO BUDA

São imensas as imagens do Buda que encontramos na Tailândia, mas são sagradas.

Não lhes toquem, nem brinquem com elas e, muito menos, saltem para cima delas para tirar a melhor selfie do momento.

 

#2 FAMÍLIA REAL

Nunca desrespeitem o Rei e a Família Real porque podem ir presos!

É verdade, está na lei e eles levam isso muito a sério.

 

Fonte: Culture Trip

#3 APONTAR OS PÉS

Nunca apontem os pés para as estátuas do Buda.

Os tailandeses têm fobia a pés porque consideram a parte mais suja do corpo e a ligação com o mundo terreno.

Jamais coloquem os pés em cima de mesas ou em qualquer outro sitio que não seja para estarem pés.

Também é sempre bom tirar os sapatos antes de entrar em templos ou mesmo dentro de casas.

Há hotéis que também pedem isso, eu não tive que tirar, mas na dúvida convém sempre perguntar.

E, mesmo descalços, quando visitarem os templos, nunca apontem os pés para as estátuas ou altares.

Se não se souberem comportar é fácil, basta olhar para os tailandeses e replicar.

Mas eles têm uma posição muito característica, a de sentar à chinês com os pés para trás, basta fazer igual!

 

#4 TOCAR NA CABEÇA

Em oposição aos pés, a cabeça é a parte mais limpa e pura do corpo para os tailandeses e por isso NUNCA toquem na cabeça de um tailandês, mesmo que seja numa criança.

 

#5 ROUPA

Para entrar nos templos é preciso respeitar um certo dress code.

Não se pode entrar de ombros ou pernas à mostra e decotes.

As saias e calções também são banidos, assim como roupas muito justas e, por vezes, podem embirrar com chinelos ou sandálias.

Nos templos mais conhecidos há uns panos típicos que eles emprestam para cobrir as partes do corpo que – aos olhos deles – faltam ao respeito ao templo e assim, deixando uma caução, consegue-se entrar.

 

#6 SOUVENIRS

Em vários locais é frequente encontrarmos Budas à venda como souvenirs, mas também existem vários letreiros a dizer para não comprar imagens do Buda e para não fazer tatuagens do Buda, porque Buda não é souvenir.

Os tailandeses são muito conservadores em relação à religião.

Por isso, evitem trazer Budas na mala!

 

Fonte: TravelTriangle

#7 LUGARES RESERVADOS

Nunca se sentem nos lugares reservados aos monges em transportes públicos, principalmente se for mulher.

Todos os transportes públicos têm lugares específicos destinados aos monges.

 

#8 AFECTO EM PÚBLICO

Não demonstrem afecto em público.

Os tailandeses sentem-se ofendidos se encontrarem pessoas com demonstrações de afecto em público, principalmente fora das grandes cidades.

Por isso, mais do que andar de mão dada já deve ser motivo para os tailandeses ficarem danados. Atenção a isso!

 

#9 TAXI

Nada de apanharem táxis que se negam a ligar o taxímetro, porque a factura sai cara.

Quando for assim procurem outro ou, caso estejam em Banguecoque, peçam um Uber, assim já sabe com o que contar.

 

Fonte: Culture Trip

#10 DROGAS

Os tailandeses têm tolerância zero para posse e uso de drogas, havendo condenações que levam à pena perpétua e de morte.

Por isso, nada de arriscar a ficar a viver para sempre numa cadeia tailandesa.

 

#11 TUK TUK

É frequente quererem oferecer uma viagem de tuk tuk gratuita.

É um dos golpes mais comuns na Tailândia.

Depois levam as pessoas a lojas especificas onde ganham uma comissão sobre o que se compra lá.

Podem ainda levar as pessoas para lojas de falsificação ou, até mesmo, para locais onde vendem drogas.

Cuidado!

 

#12 GOLPE

Outro golpe comum na Tailândia é aqueles vendedores turísticos que estão às portas dos templos a dizerem que o templo está fechado para tentarem vender tours de tuk tuk mais caros que param nas tais lojas que falei em cima ou em restaurantes que também são parceiros onde eles ganham comissão.

Por vezes também dizem que o templo esta fechado, mas se pagar mais alto ele consegue colocar as pessoas lá dentro.

É fugir deles!

 

#13 MOTA

Mota é o transporte mais famoso no sudeste asiático e também a segunda causa de morte na Tailândia.

Eu, que já lá estive, percebo bem porquê, até acho estranho não ser a primeira…

Mas, não são só os tailandeses que “abusam” da sorte, também os turistas alugam motas sem saberem conduzir e pior: andam sem capacete!

Como é possível com aquele transito louco andarem sem capacete! Não façam isso!

 

Fonte: The Straits Times

#14 SEGURO

Ir para a Tailândia sem seguro de saúde é uma tremenda inconsciência.

Eu felizmente não precisei de recorrer a nada de cuidados médicos, mas conheço várias pessoas que precisaram e sem seguro é o cabo dos trabalhos.

 

#15 PRAIA

Se vai visitar a Tailândia por favor não se fiquem só pelas praias!

Tailândia é muito, mas muuuito mais que praia.

 

#16 MONGES

Não façam como eu que, assim que vi um monge fofinho, quis dar-lhe um abracinho!

As mulheres não podem falar com monges nem olhar directamente nos seus olhos (que foi exactamente o que eu fiz), eles só falam com homens.

E também é importante respeitar os seus espaços e não chegar lá com ar de quem vai sacar uma selfie!

 

Fonte: TYT Network

#17 PICAR O PONTO

Evitem ir para a Tailândia picar o ponto em tudo o que é turístico e esquecerem-se de aproveitar a vida por lá.

Façam um roteiro à vossa medida, escolham uma ou outra ilha e aproveitem!

Melhor do que a fotografia x no sítio y é ter a recordação do que se viveu no sítio z.

 

#18 GRITAR

Os tailandeses não gritam e não apreciam que lhes levantem a voz, por isso, gritar na Tailândia é de evitar.

Até porque eles vão achar que estamos a começar uma discussão e que a seguir queremos lutar.

 

#19 NEGOCIAR

Não negociar é proibido na Tailândia!

Somos portugueses e fazemos isso melhor que ninguém!

Ir aos mercados é sinónimo de negociar. Mas sempre gentilmente, de forma a que os tailandeses não se sintam ofendidos.

 

#20 COMIDA OCIDENTAL

Evitem pedir comida ocidental como hambúrgueres, pizzas ou outras deste género.

A menos que estejam em algum restaurante muito bom, não façam essas escolhas porque os ingredientes são duvidosos.

E jamais encontrarão um tailandês a comer esse tipo de coisas, porque eles próprios não confiam nos ingredientes.

 

Fonte: Mark Wiens

#21 CUMPRIMENTOS

Os tailandeses não se cumprimentam apertando as mãos como os ocidentais.

O motivo é porque não gostam de ter contacto com estranhos.

Em vez disso, juntam as duas palmas abertas, levam ao peito e inclinam-se ligeiramente.

Este gesto é chamado wai e normalmente vem acompanhado da expressão Sawadee.

 

#22 BICHEZA

Nada de ir para a Tailândia sem repelente!

Se a vossa viagem incluir visita à selva, então levem um ou dois repelentes de bichos porque vão precisar.

Eu usei e, mesmo assim, não foi o suficiente para ter as pernas transformadas em desgraça.

 

#23 MASSAGENS

Livrem-se de ir à Tailândia e não fazer massagens!

Vão se arrepender para sempre.

São baratas, há por todo o lado e são as melhores do mundo.

Eu aproveitei bem!

Mas cuidado… principalmente os homens.

Às vezes as massagens são confundidas com serviços de prostituição, certifiquem-se bem do que pedem!

 

Fonte: topable.fr

#24 FLASH

Os tailandeses são amorosos e todos temos vontade de os fotografar, mas antes de começarmos a disparar flashes é de bom tom perguntarmos se deixam.

Normalmente eles dizem que sim, mas por educação convém fazê-lo.

 

#25 ÁGUA

Evitar beber água da rede.

É sempre melhor escolher a água engarrafada.

Não é cara e pode poupar-nos uns dias de molho.

 

#26 MUAY THAI

Muay Thay ou boxe tailandês é o desporto nacional da Tailândia.

Por isso, é proibido ir à Tailândia e não experimentar fazer uma aula de Muay Thai e se não fizerem uma aula, pelo menos procurem um sítio para assistir a um combate.

 

Fonte: Muay Thai Scholar

#27 PAPEL HIGIÉNICO

É frequente encontrarmos na Tailândia aquelas casas-de-banho muito antigas onde a água vai de balde e, naturalmente, essas mesmas casas de banho nunca têm papel higiénico. Por isso, é muito boa ideia andar sempre munidos de lenços de papel para ocasiões como esta.

 

#28 COMIDA

Comer em restaurantes e em barraquinhas de rua é normal na Tailândia, mas tentar ter algum critério.

Tentar ver se algum tailandês come lá, ou mesmo os próprios funcionários.

Não ir à toa comer em qualquer lado.

 

#29 PROTECTOR SOLAR

É proibido apanhar escaldões que nos levem às urgências na Tailândia!

Depende da altura do ano que se viaja, mas a Tailândia tem muito sol e o uso de protector solar é obrigatório, levem um com factor de protecção alto e retoquem várias vezes ao dia.

 

#30 CULTURA

É proibido ignorar a cultura e a história da Tailândia.

Devia ser obrigatório beber da cultura que este país tem para oferecer.

Façam umas pesquisas antes de irem, mas saiam de lá mais ricos do que entraram.

 

Fonte: curtisthailand2011

#31 SIMPATIA

É proibido levar cara de azia para a Tailândia!

Sejam simpáticos com aquele povo que é tão querido.

Não vamos deixar uma péssima pegada dos ocidentais.

Já se vê tanta coisa menos boa por lá, eles já trabalham tanto que um sorriso nosso pode fazer um dia de alguém feliz.

Os tailandeses são um povo muito especial que ficam no nosso coração, pelo sorriso, pela bondade, pela ingenuidade e pela alegria de nos receberem.

Tenho a certeza que a Família Vieira também está a deixar o melhor que nós temos e somos neste país fantástico.

 

Créditos da fotografia de destaque: pxhere

 

Não se esqueçam de ficar desse lado a acompanhar a Volta o Mundo do Tim Vieira com a família!

 

Até já, ou melhor… até ao próximo episódio!

 

O ponto de encontro é aqui:

Blog Até Já!

Facebook

Instagram

 

E quem quiser subscrever a Newsletter do Até Já, receberá notícias no e-mail sobre esta viagem!

Explico em baixo como se faz a subscrição gratuita.

 

Para assistir à Tim Vieira Flix – Volta ao Mundo clique aqui!

 

Nota Importante:

Se alguma Agência de Viagem, Operador Turístico, empresa ligado ao sector das viagens e do turismo ou qualquer meio de difusão quiser usar este ou outro conteúdo meu, agradeço que me peçam autorização e que usem os devidos créditos.

 

 

Se quiser receber a Newsletter do Até já,  basta inscrever-se na barra lateral lado direito.

Fico feliz por estarmos mais perto!

 

 

 

Já me seguem nas redes sociais?

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *