DESTINOS,  ROTEIROS & DICAS

3 CIDADES IMPROVÁVEIS na Europa para conhecer em 2019

Não sei porque lhes chamei de improváveis, mas talvez tenha escolhido este adjectivo porque são cidades pouco esmiuçadas pelo turismo em massa.

Também as escolhi, porque não as conheço e assim já fico com uma ideia e cheia de vontade de as conhecer.

Muitas vezes, é quando faço pesquisas aqui para o blog que me nasce o bichinho de conhecer algum destino!

E fiquei cheia de vontade de as visitar, já estão na minha lista de próximos destinos a descobrir!

Espero que gostem da minha escolha!

 

SALÓNICA | GRÉCIA

Talvez para uns não seja assim tão improvável, mas a Salónica (ou Tessalónica) ainda não é uma cidade com muito turismo apesar de ter muito para oferecer!

Foi construída em 315 a.C., e no seculo I da nossa era tornou-se célebre pelo facto de, na sua segunda viagem missionária, São Paulo ter pregado na sinagoga da cidade, lançando as bases de uma das mais marcantes igrejas da época, e destinou-lhe duas das suas epístolas.

 

Fonte: La Vanguardia

A cidade foi reconstruída inteiramente após o grande incendio de 1917, é a segunda cidade maior da Grécia e a capital da velha Macedónia.

Actualmente conta com aproximadamente 1 milhão de habitantes e é a cidade da Grécia com a população mais jovem.

Aqui ficam 6 atracções imperdíveis em Salónica:

 

Fonte: Erasmusu

Torre Branca

Construída no séc. XVI, em tempos foi chamada de “Torre Vermelha” por ter sido um local de prisão e de massacre, mas quando os gregos tomaram se apoderaram dela, pintaram de branco e deram o nome que tem hoje.

É a única torre de defesa que sobreviveu em pé na zona onde se localizavam os muros da cidade, que foram demolidos em 1867.

Tem 6 andares e foi transformada num museu e centro de exposições.

Igreja de São Demétrio

Igreja do santo padroeiro, foi construída no séc. VII e reconstruída após o incendio. Felizmente, vários mosaicos e relíquias do santo sobreviveram ao fogo.

Está classificada como Património Mundial pela UNESCO desde 1988.

 

Fonte: Wikipédia

Arco de Galério

É um arco enorme com muitas gravuras construído no séc. IV para celebrar a vitória do imperador romano contra os persas.

Rotunda

É uma das construções mais antigas da cidade datada de 306 a.c.

Foi durante 1 200 anos um templo cristão, posteriormente convertido numa mesquita.

Actualmente funciona como museu e igreja.

 

Fonte: Vuelosa

Praça Aristóteles

Fica localizada no coração da cidade e foi construída após o incêndio.

É a praça principal e fica à beira-mar.

Beira-mar

Um dos pontos fortes desta cidade é a marginal pedonal com uma extensão de 4,5km.

É uma zona muito apreciada para passeios e para amantes de fotografia.

Pelos vistos a Salónica tem muito para oferecer, para além de um acervo histórico vastíssimo, ainda tem ma vida nocturna muito animada, uns mercados convidativos e pessoas simpáticas!

 

MINSK | BIELORRÚSSIA

A Bielorrússia também conhecida como “Rússia Branca” era uma das repúblicas que faziam parte da União Soviética.

Tornou-se independente em 1991, após o colapso da União Soviética, desde então só teve um presidente, Alexander Lukashenko está no poder desde 1994.

A cidade foi 80% destruída durante a II Guerra Mundial e em 1950 foi reconstruída de acordo com o gosto de Estaline.

Faz fronteira com a Rússia a nordeste, a Ucrânia, ao sul, com a Polónia a oeste, e com a Lituânia e Letónia a noroeste.

 

Fonte: Goodnewsfinland

As construções que dão cenário a esta cidade, são prédios em monobloco muito grandes e em estilo soviético.

Apesar da Bielorrússia estar incluída no ranking dos destinos da Lonely Planet, Minsk ainda não é uma cidade com muito turismo, mas começa a aparecer cada vez mais.

Aqui ficam 6 atracções imperdíveis em Minsk:

Biblioteca Nacional

É um prédio moderno com mais de 70 metros de altura e com capacidade de mais de 14 milhões de livros!

No último andar permite ter uma vista linda sobre a cidade.

Museu Bielorrusso da Grande Guerra Patriótica

É considerado o museu mais interessante de Minsk e também fica localizado num belo e moderno prédio.

O acervo do museu conta com mais de 142 mil itens da sua coleção, entre os quais, aviões e tanques do período da II Guerra Mundial.

 

Fonte: Wikipédia

Independence Square

É a praça da independência e uma das maiores da Europa.

Foi chamada de Lenin Square até 1991.

Aqui estão situadas a sede do parlamento bielorrusso e a Govermen House.

Catedral do Espírito Santo

Que também é conhecida como Holy Spirit Cathedral, é o principal templo da Igreja Ortodoxa Russa no país.

Esta igreja este fechada durante os primeiros anos do poder soviético e só voltou a abrir após a ocupação dos alemães no país.

Church of Saint Simon and Helena

Esta linda igreja católica de tijolos vermelhos fica situada na Praça da Independência.

Foi construída entre os anos 1905 e 1910.

Na parte de fora tem uma estátua do Arcanjo São Miguel e um jardim muito agradável.

 

Fonte: Trover

Island of Tears

É uma ilha situada no meio da cidade, com um monumento no centro que foi criado para homenagear os soldados bielorrussos que morreram na guerra entre a União Soviética e o Afeganistão.

Só uma curiosidade, ao lado desta ilha, está o Trinity Suburb, uma das zonas mais antigas de Minsk, conhecida pelas suas casinhas coloridas do séc. XIX, pois antigamente as casas não tinham números, então eram reconhecidas pelas sias cores.

Eu sei que só são 6 as atracçoes que vou falar por cidade, mas deixo aqui mais 3 imperdíveis, a Victory Square (uma praça que tem um memorial para aqueles que morreram durante a II Guerra Mundial) e dois museus, o Museu Nacional de Arte da Bielorrússia (o maior museu do pais) e o Museu Nacional da História e Cultura da Bielorrússia (o principal museu de história no país).

 

MARIBOR | ESLOVÉNIA

Maribor é a segunda maior cidade da Eslovénia, fica situada nas margens do Rio Drava.

Até a II Guerra Mundial, Maribor era conhecida por Marburg an der Drau.

 

Fonte: Kongres Magazine

É uma cidade com um centro pequeno, mas muito movimentado, tipicamente uma cidade de estudantes.

Em 2012 teve o título de Capital Europeia da Cultura.

Aqui ficam 6 atracções imperdíveis em Maribor:

Torre do Julgamento

Esta torre medieval foi construída originalmente em 1310 como parte das paredes da cidade, foi reconstruída em 1540.

 

Fonte: Troovel

Torre da Água

É uma antiga torre de defesa que actualmente recebe diversas exposições de pintura.

Também oferece a oportunidade de degustação de vinhos locais.

Catedral de Maribor

Esta catedral datada do séc. XII está localizada na praça Slomsek, que tem um jardim e é rodeada por edifícios importantes.

Desta catedral tem-se uma vista soberba da cidade.

Old Vine House (ou Stara Trta)

É um museu situado nas margens do rio Drava, onde fica a videira mais antiga do mundo ainda a produzir vinhos.

Tem mais de 400 anos e já tem o record do Guiness!

 

Fonte: Itinari

Vinag

Continuando a falar de vinho, até porque Maribor é muito conhecida pelos seus magníficos vinhos, Vinag é uma das maiores e mais antigas adegas da Europa.

Construída em 1847, te 20 mil metros quadrados de túneis no subsolo de uma casa.

Stari Most (Ponte Velha)

Antes desta ponte ser destruída pelos aliados da II Guerra, quando Hitler visitou Maribor tirou fotografias neste local.

Foi construída em 1913 e une as duas partes da cidade.

 

Vou só deixar mais 3 ideias, a Glavni trg – Praça Principal, (no meio desta praça está a Coluna da Peste, um monumento para agradecer o fim da Peste Negra em 1680 que dizimou mais de um terço da cidade), a Slomškov trg – Praça Slomškov (onde está a Catedral de Maribor) e a Grajski trg – Praça do Castelo (onde fica localizado o Castelo, o Museu Regional de Maribor e St.Florian).

 

Quanto mais viajo e quanto mais investigo sobre este mundo mais fascinada eu fico!

Acabei de “descobrir” três cidades brutais que me deixaram cheia de vontade de conhecer cada esquina.

Se alguém desse lado conhecer um destes destinos, deixem por favor nos comentários como foi a experiência.

Fico muito curiosa para saber!

 

 

 

Se quiser receber a newsletter do Até já,  basta inscrever-se na barra lateral lado direito.

Fico feliz por estarmos mais perto!

 

 

Já me seguem nas redes sociais?

Facebook | Instagram

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *