DESTINOS,  ROTEIROS & DICAS

Havana | 11 coisas imperdíveis e MARAVILHOSAS

Já escrevi neste post (Havana, a cidade que me fez viajar no tempo) que Havana é uma cidade encantadora.

E há tanta coisa para se fazer em Havana, que foi difícil escolher apenas 11!

Mas sei que tudo o que possa escrever, vai ser pouco, a comparar com o que vão encontrar.

E sei também que Havana tem uma magia muito especial, que nos comanda quase sem destino, porque afinal de contas, vamos sempre encontrar algo de espectacular.

Deixo aqui 11 coisas imperdíveis e maravilhosas para se fazer em Havana!

 

#1 Havana Velha (Vieja)

O centro histórico de Havana Vieja permite viajar no tempo.

Classificado pela UNESCO em 1982, como Património da Humanidade, conta com 144 construções dos séculos XVI e XVII.

É também em Havana Vieja que podem encontrar a famosa Bodeguita del Medio, o Castelo da Real Força, o Capitólio, o Museu da Revolução, a Fortaleza de San Carlos de la Cabaña, a igreja e o Convento de São Francisco de Assis entre muitas outras atrações históricas e turísticas.

 

#2 Praça da Revolução

A Plaza de La Revolución é uma das maiores praças do mundo com 72 000 m2 e é o símbolo de Cuba independente.

A praça é simplesmente imponente!

É nesta praça que decorriam os discursos de Fidel Castro.

Na praça podemos encontrar o Memorial do escritor, poeta e filósofo José Martí, herói nacional com um papel muito importante na construção da nação cubana.

O memorial é constituído por uma torre de 109 metros de altura e por uma estátua de José Martí que mede 18 metros.

Quer a subida ao topo da torre (com um elevador que permite ter uma espetacular vista sobre a cidade), quer o interior da torre, onde está um museu, são pagos.

Nesta praça estão também as figuras de Che Guevara, acompanhada com a sua frase mais representativa: “Hasta la Victoria sempre” e Camilo Cienfuegos (que, por vezes, é confundido com Fidel Castro), com a frase: “Vas bien, Fidel”, estilizadas nas fachadas dos prédios dos ministérios do Interior e das Comunicações cubanos.

 

#3 Museu da Revolução

O Museu da Revolução é considerado o mais importante e quase obrigatório para se conhecer melhor a história de Cuba.

Fica localizado no antigo Palácio Presidencial, construído entre 1913 e 1920.

Exibe uma exposição sobre a história da revolução cubana com fotografias que retratam momentos muito importantes para o país desde 1956 até aos dias de hoje.

 

#4 Capitólio

O Capitólio Nacional foi construído à imagem do Capitólio de Washington e a cúpula do Panteão de Paris.

É considerado a imagem de marca da cidade.

Foi construído em 1929, foi a sede do governo de Cuba até a Revolução Cubana em 1959.

Actualmente é a sede da Academia Cubana de Ciências.

 

#5 Malecón

Malecón (oficialmente Avenida de Maceo) é um dos grandes postais de Havana!

É uma calçada, estrada e paredão com cerca de 8 km à beira-mar e vai do centro histórico ao bairro Vedado (o bairro mais moderno da cidade).

Ver o pôr-do-sol a caminhar no Malecón é totalmente imperdível!

 

#6 Carro Antigo

Dar uma volta num carro descapotável antigo em Havana é o que mais se vê!

É uma experiência divertida!

Não se esqueçam de combinar o pagamento antes de começar a viagem, para evitarem surpresas desagradáveis!

 

#7 Mojitos e Daiquiris

Ir a Havana e não beber um mojito na Bodeguita Del Medio é quase como ir a Roma e não ver o Papa!

Mas também não pode deixar de beber um daiquiri na La Floridita, local também frequentado por Ernest Hemingway, que proferiu a célebre frase:

My mojito in La Bodeguita, My daiquiri in El Floridita (“Meu mojito na Bodeguita, meu daiquiri no Floridita”).

O Bodeguita Del Medio situa-se na rua Empedrado e a La Floridita na famosa Calle Obispo.

 

#8 Charutos

Quando se fala em charutos fala-se de Cuba!

Quem não se lembra logo daquelas senhoras de idade avançada com o charuto no canto da boca?

É sem dúvida uma imagem de marca!

No entanto, cuidado porque vão aparecer pessoas a tentar vender charutos falsos, a dizerem que vos vão levar a uma fábrica e é tudo mentira!

Por isso, nada melhor que visitarem uma das fábricas de tabaco mais antigas de Havana, a Real Fábrica de Tabacos Partagás.

Fica localizada perto do Capitólio.

 

#9 Fortaleza La Cabaña

O nome oficial desta fortaleza é Fortaleza de San Carlos de la Cabaña.

É do séc. XVIII e é a terceira maior das Américas.

É um das mais conhecidas atrações turísticas em Havana, localizada no lado oriental do porto da cidade.

Todos os dias às 21h há o ritual de encenação militar, com disparos dos canhões em direção a Havana.

 

#10 Catedral de Havana

A Catedral de Havana (oficialmente Catedral de la Virgen María de la Concepción Inmaculada de La Habana) é a sede da Arquidiocese de San Cristóbal de la Habana (nome pelo qual também é conhecida a catedral) é um espectacular exemplar de arquitectura barroca.

O templo foi construído entre 1748 e 1777 no local de uma antiga igreja.

Era aqui que estavam guardados os restos mortais de Cristóvão Colombo, que foi trazido de Santo Domingo e passou pouco mais de 100 anos, em 1898, até ser enviado para Sevilha (a cerca de 100 km de Palos de la Frontera, a localidade do Sul de Espanha de onde Colombo partiu a sua expedição que descobriu a América), onde repousa até aos dias de hoje.

Fica situada na Praça da Catedral e é uma das fortes atracções da Havana Velha, está aberta todos os dias e a entrada é gratuita.

 

#11 Mosteiro de São Francisco de Assis

Fica situado em Havana Velha.

É um edifício em estilo barroco que foi concluído em 1730 depois de uma intensa reestruturação que afectou a construção original.

Actualmente é usado como sala de concertos, por ter uma excelente acústica e como Museu de Arte Religiosa.

No jardim construído em homenagem à Madre Teresa de Calcutá, expõem-se esculturas de artistas cubanos.

 

E não se esqueçam de ir dando um pézinho de dança entre as ruas!

Como souvenirs, há pintores incríveis de rua, procurem o melhor e tragam uma recordação desta Havana tão especial!

 

Para encontrar todos os post’s sobre Cuba aqui no blog, é só clicar em:

CUBA

 

Se quiser receber a newsletter do Até já,  basta inscrever-se na barra lateral lado direito.

Fico feliz por estarmos mais perto!

Créditos das fotografias: Até já!

 

Já me seguem nas redes sociais?

Facebook | Instagram

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *